Em tempo de Coronavírus e isolamento social, milhões de crianças e jovens deixaram suas escolas e estão dentro de suas casas, tendo de lidar com uma rotina nunca vivenciada. Como famílias e educadores podem encarar esse novo paradigma que nos tirou da zona de conforto? Como praticar uma mudança de mentalidade, sem estresse e desconforto? Entender mais sobre as competências socioemocionais e como é possível para qualquer pessoa as desenvolver é o caminho para seguirmos fortalecidos nesse momento.

O mundo está vivendo um de seus momentos mais difíceis ao ter que lidar com a pandemia do coronavírus, que se espalhou em velocidade rápida por todos os países. O que temos visto é um sentimento de pertencimento a uma única humanidade e, se as fronteiras nacionais estão fechadas, é apenas por um protocolo de proteção à saúde das pessoas. Afinal, moramos todos em um mesmo planeta azulado.

Estamos lutando contra o tempo, aprendendo juntos a combater a disseminação do vírus e, mais do que nunca, nossas competências socioemocionais estão sendo colocadas à prova nesse contexto de crise. Para lidar com insegurança, ansiedade, medo, isolamento, mudança de rotinas e indefinições é preciso ter empatia, resiliência, foco, responsabilidade, cuidado consigo e com o outro, entre outras competências.

Por isso, o Instituto Ayrton Senna apresenta uma série de informações, estratégias e práticas que apoiam a educação no desenvolvimento dessas competências socioemocionais. Nossa ideia é inspirar e apoiar educadores e famílias para interações divertidas e criativas durante o período de isolamento e apresentar estratégias de planejamento aos profissionais que estarão na linha de frente no retorno às aulas presenciais.

Esses materiais estão disponíveis aqui neste espaço especialmente para vocês!

O que são competências socioemocionais?
.
Como competências socioemocionais ajudam em momentos de crise?
.
como desenvolver competências socioemocionais de acordo com o seu perfil?
.
Quer se aprofundar? Veja mais materiais!
.

1. O QUE SÃO AS COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS?



Acreditamos que crianças e jovens devem ser desenvolvidos em todas as suas dimensões. O caminho é oferecer uma educação integral para todos, que é aquela voltada ao desenvolvimento pleno dos estudantes, nos âmbitos cognitivo, socioemocional, híbrido, cultural, entre outros, preparando-os para fazer escolhas com base em seu projeto de vida.

COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS são capacidades individuais que se manifestam nos modos de pensar, sentir e nos comportamentos ou atitudes para se relacionar consigo mesmo e com os outros, estabelecer objetivos, tomar decisões e enfrentar situações adversas ou novas. Elas podem ser observadas em nosso padrão costumeiro de ação e reação frente a estímulos de ordem pessoal e social. Entre outros exemplos, estão a persistência, a assertividade, a empatia, a autoconfiança e a curiosidade para aprender. Exemplos de competências consideradas híbridas são a criatividade e pensamento crítico pois envolvem habilidades socioemocionais e cognitivas.

Considerando a importância de determinadas habilidades serem desenvolvidas na escola, adotamos um modelo que define cinco macrocompetências, que são desdobradas em 17 competências.

Para saber mais sobre cada uma delas, acesse: desenvolvimento pleno.

As 17 competências socioemocionais

A defesa de que a educação deve promover o desenvolvimento pleno dos estudantes está também contemplada na BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Esse documento valoriza os estudantes em sua singularidade e diversidade, afirmando que toda criança, jovem ou adolescente deve ter oportunidades para saber ser criativo, analítico-crítico, colaborativo, resiliente, aplicar conhecimentos para resolver problemas, ter autonomia para tomar decisões, entre outras características. Para garantir isso, a BNCC estabelece dez competências gerais que devem ser promovidas por meio da educação. Essas competências incluem aspectos cognitivos, culturais, éticos, entre outros, incluindo socioemocionais. Clique aqui para acessar um material preparado pelo Instituto Ayrton Senna que mostra algumas relações entre as competências socioemocionais e a BNCC.



2. COMO COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS
AJUDAM EM MOMENTOS DE CRISE?



Ainda que todas as competências sejam importantes para o desenvolvimento pleno das pessoas, algumas habilidades são ainda mais essenciais em momentos de crise, como essa de pandemia que todo o mundo está vivendo, quando temos que lidar com um quadro de isolamento social, ansiedade, medo de contaminação, adaptação a novas rotinas etc.

Dentro do contexto que os brasileiros têm vivido, selecionamos algumas competências e mostramos porque elas são fundamentais. Para cada uma delas, você encontrará muitas dicas de como agir nesse momento.



3. COMO DESENVOLVER
COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS?



A necessidade de suspensão das aulas e de outras atividades nas escolas causou uma mudança drástica e repentina na rotina dos estudantes e de suas famílias. Assim como milhares de professores, gestores escolares e equipes das secretarias de educação precisaram se adaptar para garantir que a relação ensino e aprendizagem continuasse a acontecer no modelo de educação remota ou por outras formas.

A partir desse ponto, é possível encontrar materiais de apoio para gestores, educadores e familiares, tendo em vista suas necessidades para lidarem com o momento atual e no retorno às aulas. Acesse de acordo com o seu perfil!



4. VEJA MAIS CONTEÚDOS SOBRE SOCIOEMOCIONAIS E A PANDEMIA



ESTUDOS E INFORMAÇÕES SOBRE CORONAVÍRUS

Neste momento difícil, quanto mais unidos estivermos, melhor!

A crise da pandemia do novo Coronavírus trouxe para os governos do mundo todo um desafio extraordinário na implementação de políticas públicas sanitárias e econômicas que possam urgentemente auxiliar no combate ao vírus com medidas de curtíssimo e curto prazo.

Com a educação não está sendo diferente. Vários organismos internacionais estão publicando estudos sobre as experiências internacionais de medidas para conter a pandemia e seu efeito na educação. E aqui, no Brasil, organizações do terceiro setor estão se mobilizando e se unindo em busca de propostas viáveis e rápidas para colaborar com o problema de escolas fechadas, educação a distância e a desigualdade social.

Acesse e descubra mais!



LIVES E WEBINARS SOBRE COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS

Como famílias, professores e estudantes podem lidar com suas emoções em momentos de crise?
Confira as lives realizadas com nossos porta-vozes e especialistas e saiba mais sobre a importância das competências socioemocionais nesse contexto de pandemia. Veja também algumas dicas práticas de como manter a rotina de estudos durante o período de isolamento social.

Em breve, conversaremos mais sobre esses e outros assuntos em mais lives e webinars. Fique ligado!

CURSO “COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS NA ESCOLA”

Dirigido para professores, gestores escolares e pessoas interessadas em compreender melhor o que são as competências socioemocionais e como elas podem ser avaliadas, esse curso é dividido em três módulos. O primeiro aborda o modelo de macrocompetências socioemocionais, como ele se integra às 10 competências básicas da BNCC e apresenta situações de práticas a serem desenvolvidas na escola.

Acesse agora o Espaço Educador e se inscreva. Haverá certificado de participação para quem completar e responder à avaliação.

CURSO "CRIATIVIDADE E PENSAMENTO CRÍTICO NA ESCOLA"

Criatividade e pensamento crítico são consideradas competências fundamentais para vivermos e convivermos com os outros em um mundo cada vez mais dinâmico. Para saber mais sobre essas habilidades, conheça os módulos 1 e 2 do curso de Criatividade e Pensamento Crítico na Escola, “Eu sendo crítico e criativo” e “Eu agindo no mundo”. Neles, você fará um mergulho nessas competências, por meio de vídeos, textos, podcasts atividades mãos na massa.

Acesse agora o Espaço Educador e se inscreva. Haverá certificado de participação para quem completar e responder à avaliação.

O QUE OUTRAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO FAZENDO

-

Aprendendosempre.org

Para apoiar gestores educacionais, professores e famílias, um grupo de organizações sociais preparou uma curadoria de conteúdos e soluções gratuitas para promover experiências de aprendizagem fora das escolas.

 

-

Fundação Roberto Marinho

O laboratório de Educação disponibiliza cursos para professores pelo Telecurso e o Canal Futura ampliou horários em sua programação para acesso aos cursos e traz dicas de estudos.

-

Instituto Tamanduá

Professores, alunos e pais de alunos podem acessar gratuitamente, até o próximo dia 30 de abril, os vídeos das plataformas de streaming Tamanduá.tv.br e Curta na Escola. É necessário fazer login ou preencher o cadastro, caso seja a primeira visita.

-

Consed

O Consed colocou no ar uma página de acompanhamento em tempo real das ações das redes estaduais durante o combate ao novo coronavírus.

 

-

Fundação Lemann

Fundação Lemann e Imaginable Futures vão ajudar redes públicas  a planejarem ações para viabilizar o ensino remoto com tecnologias educacionais.

-

Instituto Península

Lançou a pesquisa “Sentimento e percepção dos professores nos diferentes estágios do Coronavírus no Brasil”

-

Instituto Unibanco

Publicou um espaço com indicações de práticas, materiais, ferramentas, plataformas etc. para apoiar e inspirar gestores desafiados a viabilizar o ensino e a aprendizagem sem a estrutura tradicional das escolas.

 

-

Porvir

A plataforma oferece várias trilhas para apoiar professores e gestores na crise.

-

Educação e o Coronavírus

O site organiza informações de âmbitos nacional e estadual com as principais medidas governamentais que vêm sendo tomadas na educação durante a crise. 

-

Fundação Grupo Volkswagen

Disponibiliza conteúdos educativos digitais e gratuitos e divulga iniciativas inovadoras e solidárias que proponham caminhos para a superação da pandemia e seus desafios socioeconômicos.

-

Rede Nacional de Ciência para Educação

Disponibiliza em seu site algumas dicas para lidar com o isolamento social. A Rede CpE reúne pesquisadores que realizam pesquisas científicas para colaborar com a promoção de políticas públicas educacionais baseadas em evidências.

-

COMO A APRENDIZAGEM ACONTECE? OUÇA NOSSO PODCAST E DESCUBRA!

Para continuar aprendendo neste período, os podcasts podem ser grandes aliados. O podcast Nada Sei, uma parceria do Instituto Ayrton Senna com o B9, é uma conversa leve e divertida sobre as diferentes formas de aprender.

Cada episódio desta primeira temporada te levará a uma viagem sobre diversas formas de aprender: ouvindo, observando, estudando, fazendo, errando, ensinando ou pelas nossas emoções. Em cada conversa, a apresentadora Ana Paula Xongani recebe dois convidados para debater e investigar como a aprendizagem pode acontecer em diferentes espaços e contextos. Ouça agora!





banner-nada-sei-podcast-hub

NA MÍDIA: O QUE A IMPRENSA FALA SOBRE EDUCAÇÃO NA PANDEMIA

Veja o que dizem nossos especialistas e porta-vozes sobre os impactos do novo coronavírus na educação em matérias publicadas recentemente em diferentes veículos de mídia:



E MAIS

Dicas para educação a distância

Reunimos dicas de plataforma e sites que podem ajudar nesse momento de isolamento social.

-

Blog de artigos

Acompanhe as análises e opiniões de nossos especialistas sobre diversos temas da educação.

-

Guia Criatividade
e Pensamento Crítico

Entenda o que são e como se expressam essas duas competências. Veja também como desenvolvê-las.

Digite o assunto que deseja pesquisar

Comentar
Mensagem
Comentários