publicado em 15.07.2020 ÀS 18:15

Instituto Ayrton Senna e Consed lançam parceria para apoiar retomada das aulas presenciais

Buscando apoiar escolas de todo o país a planejar a retomada às aulas presenciais a partir de uma visão de acolhimento dos professores e estudantes e desenvolvimento das suas competências socioemocionais, o Instituto Ayrton Senna e o Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) estão lançando o “Volta ao Novo – Programa de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais”. A iniciativa oferece apoio às secretarias estaduais, para que multipliquem informações e práticas em relação às competências socioemocionais, ressaltando sua importância para o retorno das aulas presenciais e acolhimento da comunidade escolar após os possíveis efeitos do isolamento social para o bem-estar de estudantes e educadores.

Lançada no dia 9 de julho, a iniciativa contará com a participação de 26 secretarias de Educação que aderiram à proposta. Escolhido pelo Consed como parceiro nesta empreitada, o Instituto Ayrton Senna vai disponibilizar às redes conhecimentos com base em evidências sobre competências socioemocionais, construídos ao longo dos seus 25 anos de história. No encontro de lançamento, que contou com a participação de secretários de Educação e demais representantes das Secretarias de Educação, Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, falou sobre a importância desta difusão de conhecimento, principalmente para o atual momento de crise. “Estamos vivendo um período como se o mundo estivesse sob nova direção, trazendo diversas mudanças; devemos nos preparar para elas, e para isso as competências são imprescindíveis”, disse.        

Partindo da necessidade de acolher toda a comunidade escolar no retorno à escola, mas principalmente os professores, o projeto traz um olhar especial ao desenvolvimento socioemocional dos educadores. Cada secretaria pode indicar até dois profissionais das equipes técnicas, que terão acesso a conteúdos e encontros online com o time do Instituto, podendo multiplicar as informações por toda a rede de ensino e disseminar oportunidades para o desenvolvimento socioemocional de professores dentro das ações de formação já realizadas pelas próprias redes de ensino. “Estamos muito felizes e emocionados, pois temos a oportunidade de usar este momento histórico para olhar também para o professor e incentivá-lo a trabalhar seu interior, pois eles acolherão os estudantes”, afirmou Cecilia Motta, presidente do Consed. Tatiana Filgueiras, vice-presidente de Educação do Instituto Ayrton Senna, também ressaltou o objetivo de atenção às necessidades do educador. “Para desenvolver essas competências nos alunos, precisamos apoiar os educadores para que eles desenvolvam suas próprias competências”, disse.

Ao disponibilizar conteúdos sobre o tema e oferecer apoio às Secretarias, a iniciativa busca fazer um sobrevoo nas cinco macrocompetências trabalhadas nas iniciativas e programas do Instituto Ayrton Senna, consideradas fundamentais para o desenvolvimento pleno de todos. São elas: resiliência emocional, amabilidade, abertura ao novo, engajamento com os outros e autogestão. Além das web conferências exclusivas para o desenvolvimento e acompanhamento dos profissionais das secretarias de educação, serão também produzidas lives destinadas à sociedade em geral, buscando envolver professores e famílias no debate do desenvolvimento de competências socioemocionais.

O objetivo de cada encontro online é discutir cada uma dessas macrocompetências com especialistas do Instituto Ayrton Senna e professores de redes públicas convidadas, contando também com participações especiais. Nas transmissões ao vivo, será feito um mergulho sobre o que são cada uma dessas competências e qual é a sua importância momentos de crise, para a aprendizagem e para os demais desafios que enfrentamos em nossa vida. Ao final de cada conversa, será disponibilizado no site do Instituto um material de apoio sobre a macrocompetência discutida naquela semana. Os conteúdos fazem uma retomada conceitual sobre cada uma delas e também sugerem maneiras em que os professores podem desenvolvê-las em si mesmos e nos estudantes.

No primeiro módulo da série de web conferências, lives e materiais de apoio será tratada da macrocompetência da Resiliência Emocional, que inclui as competências de tolerância ao estresse e frustração e confiança, fundamentais para tempos de incertezas e constantes mudanças.

Digite o assunto que deseja pesquisar

Comentar
Mensagem
Comentários