publicado em 31.03.2020 ÀS 14:45

Por que desenvolver pensamento crítico e criatividade é fundamental no século 21?

Você sabe o que significa ter pensamento crítico e criatividade? E conhece maneiras de desenvolver oportunidades de aprendizagem voltadas a essas competências em sua escola?

Em uma educação integral, que visa a desenvolver os estudantes plenamente e prepará-los para os desafios do século 21, é fundamental entender a importância do pensamento crítico e da criatividade. Essas duas competências são fundamentais para que os estudantes aprendam e possam concretizar seus projetos de vida.

Diferentemente do que se costuma imaginar, criatividade e pensamento crítico não são características inatas, mas podem ser estimuladas em sala de aula a partir de atividades intencionais.

Vamos descobrir como promover essas competências em sala de aula? Boa leitura!

 

O que é pensamento crítico e criatividade?

Tanto o pensamento crítico quanto a criatividade são competências relacionadas à capacidade de observar uma situação de modo conjectural e amplo, pensando possibilidades e projetando soluções.

Além disso, são conceitos intrinsecamente ligados. Isso significa que a criatividade pode ir longe, mas sempre dentro de uma escolha ponderável avaliada a partir de um pensamento crítico.

Apesar de serem semelhantes, diferenciam-se das seguintes formas:

  • Pensamento crítico se refere à habilidade de considerar situações, informações ou atitudes de maneira analítica e racional. Isso envolve entender as suas origens, motivações, coerência, objetivos e validade de argumentos para a construção de posicionamentos.

  • Criatividade é a capacidade de pensar e criar coisas novas, dar uma utilidade inédita a algo que já existe ou pensar em nuances diferentes a determinadas situações e informações.

     

Ambas competências se desenvolvem por meio da curiosidade, do uso da imaginação e de colocar ações em prática. Atuar de forma crítica e criativa significa buscar entendimentos e soluções para materializar ideias.

As competências de criatividade e pensamento crítico são consideradas híbridas, pois transitam entre os domínios socioemocional e cognitivo.

 

Por que pensamento crítico e criatividade são fundamentais no século 21?

O século 21, cada vez mais complexo, conectado e globalizado, traz novos desafios à escola. Com novas tecnologias, conceitos e dinâmicas também surgem exigências e expectativas inéditas.

Em um mundo digital com grande facilidade de acesso e disseminação de teorias, opiniões e fatos, o pensamento crítico se mostra ainda mais importante.

Além disso, saber navegar por essa multitude de informações é um pilar fundamental para o funcionamento de uma sociedade. Nas democracias modernas, ser um cidadão significa ser capaz de pensar de forma independente para efetuar seu voto.

Para promover o protagonismo dos estudantes  nesse contexto, é preciso oferecer a eles a oportunidade de desenvolver competências que os preparem para este novo cenário.

Quando o estudante é criativo e crítico, ele se torna capaz de buscar novos conhecimentos, planejar soluções e aplicá-las para alcançar determinado objetivo.

 

O mercado de trabalho no futuro

A escola também tem como importante papel preparar o estudante para os desafios do mundo do trabalho no futuro, quando algumas profissões atuais deixarão de existir e o ser humano lidará cada vez mais com as inteligências artificiais. 

O bom domínio sobre criatividade e pensamento crítico será fundamental para a formação deles e para uma atuação social autônoma, responsável e solidária, com capacidade para adaptação dos desafios que surgirem ao longo da vida.

 

Como preparar a sala de aula para estimular o pensamento crítico e a criatividade?

O diálogo é uma das ferramentas mais poderosas para estimular o pensamento crítico e a criatividade em sala de aula. Trata-se do contato do educador com os estudantes e também entre eles.

O processo de desenvolvimento do pensamento crítico e da criatividade pode ser realizado a partir de quatro aspectos:

 

1. Curiosidade

Envolve adotar uma atitude investigativa em relação a um fenômeno, situação ou problema. É a disposição de se deparar com algo novo e se sentir incentivado a investigá-lo.

 

2. Imaginação

A partir dessa disposição inicial, é preciso fazer esse ponto se conectar com outros e construir novas possibilidades a partir dele. É o equivalente a entendê-lo sob novos contextos e inverter sua premissa.

 

3. Teste real

Uma ideia precisa ser testada além do mundo das ideias para que seja factível. Essa etapa também envolve constatar a reação dos seus pares em cima da produção realizada. Uma forma de fazer isso é publicar um artigo em uma rede social e obter respostas dos colegas, iniciando uma discussão.

 

4. Reflexão

O estágio final envolve refletir sobre o resultado obtido com esse processo e o aprendizado conquistado.

 

Assim como o mundo se transforma com alta intensidade e velocidade, a escola também está passando por esse movimento. É necessário atender a realidade do século 21 e apontar os caminhos para os estudantes trilharem com autonomia nesse complexo mundo.

Compreender melhor as competências de pensamento crítico e criatividade é fundamental para a elaboração de ações de aprendizagem voltadas a essas habilidades. 

Aproveite seu pensamento crítico e sua criatividade para encontrar novos caminhos no planejamento pedagógico da sua escola e estimular o desenvolvimento dessas competências como parte do seu currículo.

Digite o assunto que deseja pesquisar

Comentar
Mensagem
Comentários