publicado em 21 de setembro de 2021

Instituto Ayrton Senna e Secretaria de Educação do Mato Grosso do Sul levam Diálogos Socioemocionais para municípios do estado

Programa do Instituto Ayrton Senna para desenvolvimento socioemocional de estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio foi apresentado para gestores do estado

O time do Instituto Ayrton Senna participou, na última quinta-feira (9), de um encontro online com o governo estadual de Mato Grosso do Sul e 17 gestores e representantes das redes municipais de educação. O objetivo foi apresentar o programa Diálogos Socioemocionais para os secretários municipais, que poderão aderir ao projeto por meio de uma ação realizada pelo governo estadual.

Implementado na rede estadual de Mato Grosso do Sul desde 2019 com apoio da FMC, o Diálogos Socioemocionais é uma iniciativa educacional desenvolvida pelo Instituto Ayrton Senna para a incorporação das competências socioemocionais nas políticas públicas de educação e nas práticas pedagógicas com intencionalidade e planejamento estruturado.

Atualmente, todas as unidades escolares da rede estadual de Mato Grosso do Sul utilizam o programa. “Em 2018, perguntei ao Instituto Ayrton Senna se era possível apoiar o desenvolvimento socioemocional de uma pessoa que não tivesse essas competências desdobradas nas suas atitudes. Eles me garantiram que era. Com o apoio deles, escrevemos todo o nosso currículo e levamos o Diálogos para dentro da rede estadual em um trabalho conjunto com o desenvolvimento cognitivo dos estudantes. (...) Agora, pensando sempre no regime de colaboração, nosso objetivo – ao lado do Instituto - é levar essa implementação para as redes municipais”, disse a secretária de Educação do estado, Cecilia Motta.

Nesse ano, as equipes das secretarias municipais devem focar no planejamento de ações, para que a implementação nas escolas comece já em 2022. A agilidade no processo acontece porque as redes municipais adquiriram repertório sobre o tema por meio do Volta ao Novo, inciativa do Instituto que chegou aos municípios com apoio da Undime.

“Fico muito feliz de ver essa coalização. Como diz um provérbio africano, é preciso uma aldeia para educar uma criança. E que bom que essa aldeia se reuniu e está fazendo essa mobilização. A pandemia é um rastilho de pólvora para a desistência e o abandono, mas podemos enfrentar esse cenário de retrocesso com a Educação Integral, apoiando estudantes de Mato Grosso do Sul para que tenham foco, sejam mais resilientes e que sigam motivados para recuperar a aprendizagem prejudicada com o fechamento das escolas”, destacou Roberto Campos, vice-presidente de Expansão e Relações Institucionais do Instituto.

Estiveram presentes no encontro representantes das secretarias municipais de educação de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Sidrolândia, Naviraí, Nova Andradina, Aquidauana, Maracaju, Paranaíba, Amambai, Rio Brilhante, Coxim, Caarapó, Jardim e Chapadão do Sul.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, que também participou do evento, destacou a importância da parceria para o desenvolvimento socioemocional dos estudantes. “Estamos lidando com uma sociedade dinâmica e o objetivo da educação pública deve ser o de preparar as novas gerações para as transformações que estão chegando. Os desafios são enormes e passam por todas as redes, em um trabalho a longo prazo. Mas nossas ações de hoje irão refletir em todas as outras áreas de desenvolvimento no futuro. Sou um fã do Instituto Ayrton Senna e gostaria de, mais uma vez, agradecer a oportunidade. Estamos no caminho certo com a implementação dessa política pública que impacta profundamente a nossa educação”, concluiu.

Saiba mais sobre a iniciativa do governo de Mato Grosso do Sul clicando aqui.