Fórmula da Vitória

A iniciativa

Para promover o desenvolvimento integral dos alunos que chegaram até os anos finais do ensino fundamental com deficiências básicas de aprendizagem, o Instituto criou o programa Fórmula de Vitória. A solução educacional busca reduzir as dificuldades de aprendizagem em língua portuguesa e em matemática, contribuindo para reverter o quadro de reprovação e abandono escolar e desenvolvendo competências socioemocionais necessárias para que os estudantes sigam em frente na escola e na vida.

Como funciona

Por meio do apoio às secretarias de educação para a construção de políticas de gestão e de formação integral de educadores com base em evidências, o Instituto recupera a aprendizagem e promove a aprendizagem integral de alunos não plenamente alfabetizados matriculados nos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º anos).

Resultados

Presente atualmente em 7 municípios e em 81 escolas, a Solução vem contribuindo para a aprendizagem integral de milhares de alunos que antes eram sérios candidatos a abandonar a escola e engrossar os índices de evasão nos anos finais do ensino fundamental.

Saiba mais sobre o Fórmula da Vitória

As pesquisas em educação apontam para o alto índice de alunos matriculados do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental com defasagem no desenvolvimento das competências de leitura e escrita. A dificuldade para compreender ou expressar-se através do texto escrito compromete seriamente o sucesso escolar e a autoestima do aluno, o que abre possibilidade para a reprovação e até para o abandono escolar. O conhecimento sobre essa realidade motivou o Instituto Ayrton Senna a desenvolver uma solução educacional específica para esse público, o programa Fórmula da Vitória, com uma proposta pedagógica adequada à alfabetização plena de estudantes matriculados nessa etapa de ensino.

Por muito tempo acreditou-se que a adoção de políticas públicas voltadas para os problemas dos anos iniciais do Ensino Fundamental poderia também resolver, automaticamente, as questões dos anos finais. Diante dessa realidade, essa etapa da Educação Básica não tem sido alvo de políticas públicas há anos – apesar de possuir problemas específicos até então pouco estudados e encaminhados.

Os baixos resultados evidenciados em avaliações nacionais e internacionais revelam problemas especialmente em Língua Portuguesa e Matemática, decorrentes da ausência de políticas públicas para esse segmento. Para reverter o quadro, a proposta pedagógica do programa Fórmula da Vitória articula ensino, aprendizagem, conteúdos e forma de abordagem metodológica. Assim, favorece a construção de ambiente favorável à aprendizagem.

Como o programa é desenvolvido na prática

A partir de um teste inicial que faz um diagnóstico dos conhecimentos, os estudantes que apresentam mais dificuldades são selecionados para receberem a proposta por um ano letivo. Essas turmas contam com material didático desenvolvido pelo Instituto Ayrton Senna nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática.

O material de Língua Portuguesa é organizado com base nos gêneros textuais, que despertam a curiosidade, o interesse e o desejo de ler e escrever nos adolescentes e facilitam a aprendizagem da leitura e escrita por se tornarem objetos reais de comunicação. A proposta favorece o diálogo entre os alunos e o fácil envolvimento da família e da comunidade. O desenvolvimento do trabalho se dá com o uso da metodologia de sequências didáticas constituídas por atividades previamente planejadas. Dessa forma, ao se apropriarem dos conhecimentos da língua, os alunos evoluem ao produzirem textos claros e coesos, e demonstram ainda fluência e compreensão da leitura, dentro e fora do contexto escolar.

Já para Matemática, a solução busca reverter a concepção da disciplina como prática de exercícios e memorização de fórmulas e estimula o estudante a ficar motivado a aprender. Ao desenvolver o trabalho pela metodologia de resolução de problemas e cálculo mental, o programa desafia o aluno a refletir, a pensar por si mesmo e a persistir. 

A proposta é aplicada no contraturno escolar, porém, não se trata de oferecer revisão do que foi ensinado nos anos iniciais do Ensino Fundamental. O material permite ao estudante avançar, do ponto em que se encontra, para níveis mais elaborados de compreensão dos conceitos e do pensamento matemático. Nesse sentido, a capacidade de leitura e de escrita dos alunos é olhada com atenção pelos professores para diminuir suas dificuldades em resolver um problema de Matemática justamente pela falta dessas competências básicas do aprendizado.

O programa inclui atividades como a realização diária de lições de casa, trabalhos em grupo, momentos voltados à leitura e um acompanhamento mensal personalizado pelo professor de dados qualitativos e quantitativos. Para isso, conta com uma equipe de coordenadores e supervisores corresponsáveis pelos resultados das turmas, cuja função é apoiar o professor em serviço. O grande diferencial é o registro diário do desenvolvimento de cada estudante, onde as observações do professor viram em dados qualitativos e quantitativos que contribuem para uma melhor avaliação do trabalho.

O programa Fórmula da Vitória está presente em 7 municípios, 81 escolas e atende, diretamente, 5.621 estudantes.