Em um mundo sempre em mudança, o fortalecimento das competências socioemocionais dos estudantes se mostra cada vez mais relevante. Nos próximos 15 anos, uma criança que está entrando hoje no Ensino Fundamental vai passar pela mesma quantidade de mudanças que a humanidade experimentou no último século. Considerando que vivemos em um mundo cada vez mais volátil, incerto, ambíguo e dinâmico, quais são as competências necessárias para que esta criança seja capaz de enfrentar os desafios do século 21? Dominar conteúdos e técnicas seguirá sendo importante, mas deve estar acompanhado de habilidades socioemocionais para se relacionar com os outros, com suas próprias emoções e com os desafios para atingir objetivos.

Há dez anos, o Instituto Ayrton Senna pesquisa e atua com o desenvolvimento e monitoramento das competências socioemocionais, investindo esforços para garantir desenvolvimento integral para todos.  Para realmente fazer a diferença na vida de cada um, é importante que a educação ofereça oportunidades de qualidade tanto para a apropriação de conhecimentos quanto para o fortalecimento de dimensões como a cognitiva, a socioemocional e as híbridas.

Neste espaço, você conhecerá mais sobre as competências socioemocionais, os benefícios de seu fortalecimento e formas de levá-las aos espaços de aprendizagem em que atua.

As competências socioemocionais também são relevantes para os professores. Conheça a Humane, o ambiente digital de formação do Instituto que oferece jornadas de desenvolvimento para os educadores. Saiba mais aqui!

Boa leitura!

 

 

 

1. O QUE SÃO AS COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS?

Competências Socioemocionais são capacidades individuais que se manifestam nos modos de pensar, sentir e nos comportamentos ou atitudes para se relacionar consigo mesmo e com os outros, estabelecer objetivos, tomar decisões e enfrentar situações adversas ou novas. Elas podem ser observadas em nosso padrão costumeiro de ação e reação frente a estímulos de ordem pessoal e social.

Pense no seu dia a dia: quantas situações você vivencia que demandam atitudes como curiosidade para compreender como uma tecnologia funciona? Ou até mesmo mobilizar o foco para conseguir terminar uma tarefa mesmo com tantos outros estímulos simultâneos, ou ainda confiança em que as pessoas ao redor irão te ajudar diante de uma situação difícil. 

Considerando a importância de determinadas competências serem desenvolvidas no ambiente escolar, ainda que reconhecendo a multiplicidade de modelos e teorias sobre o assunto, atualmente o Instituto adota um modelo que define cinco macrocompetências, desdobradas em 17 competências, conforme a figura abaixo: 

(Para além das competências socioemocionais na figura, também são exemplos de competências, consideradas híbridas, a criatividade e pensamento crítico, pois envolvem habilidades socioemocionais e cognitivas).

Para desenvolver esse conjunto de competências socioemocionais durante o processo de ensino e aprendizagem, é necessário atuar tanto no âmbito de políticas públicas quanto na implementação de práticas pedagógicas inovadoras, o que envolve diversos atores do processo educacional. Portanto, é essencial buscar um entendimento compartilhado sobre o que são essas competências socioemocionais e como elas podem ser desenvolvidas, no contexto escolar, por professores e estudantes.

As competências socioemocionais também estão contempladas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O documento valoriza os estudantes em sua singularidade e diversidade, afirmando que toda criança ou jovem deve ter oportunidades de desenvolvimento integral. Para garantir isso, a BNCC estabelece dez competências gerais que devem ser promovidas por meio da educação, envolvendo aspectos cognitivos, culturais, éticos e socioemocionais.

Saiba mais sobre as conexões entre as competências socioemocionais e a BNCC.

 

 

2. COMO AS COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS SE RELACIONAM COM CONQUISTAS E DESAFIOS NA VIDA DO ESTUDANTE

O desenvolvimento socioemocional é impulsionador da aprendizagem escolar e também promove inúmeras conquistas ao longo da vida, como em relações interpessoais, benefícios de saúde física e mental, entre outros. 

Saiba quais competências socioemocionais que mais influem em 6 aspectos como desempenho escolar, pertencimento escolar, prevenção à violência escolar e ao bullying, promoção de bem-estar e da saúde mental:

                

1. DESEMPENHO ESCOLAR 

Se refere às medidas educacionais estabelecidas em relação à obtenção, ou não, de resultados pelos estudantes. Podem ser padronizadas (como provas nacionais ou estaduais) ou não-padronizadas (como avaliações realizadas periodicamente por professores, por exemplo). 

As competências socioemocionais que mais se relacionam com o desempenho escolar são:                

2. PERTENCIMENTO ESCOLAR 

É um conjunto de percepções e expectativas que cada estudante tem sobre sua relação com a escola, como o sentimento de acolhimento entre professores e colegas, a satisfação em fazer parte do ambiente, entre outros. Sentir-se pertencente e seguro no ambiente escolar pode ser um fator protetivo contra a evasão escolar.

As competências socioemocionais que mais se relacionam com o pertencimento escolar são:            

3. VIOLÊNCIA ESCOLAR 

Pode ser definida como o uso intencional da força física ou do poder, seja ela ameaçada ou real, contra si, outra pessoa ou um grupo.  No contexto escolar, pode ser vista por meio de conflitos entre colegas ou bullying. Seus efeitos negativos podem ser vistos na autoestima dos estudantes ou no clima escolar como um todo. 

As competências socioemocionais que mais se relacionam com a prevenção e mitigação da violência escolar são:       

4. BULLYING

É uma intimidação sistemática, caracterizada por comportamento agressivo, com intenção de machucar ou humilhar outra pessoa, seja de forma física, verbal ou psicológica.

As competências socioemocionais que mais se relacionam com a prevenção e mitigação do bullying são:    

5. BEM-ESTAR

É a forma como uma pessoa avalia as suas próprias experiências e sentimentos, considerando suas reações emocionais, percepções e julgamentos sobre eventos da sua rotina, assim como sua satisfação com a vida.   

As competências socioemocionais que mais se relacionam com a promoção do bem-estar são: 

6. SAÚDE MENTAL 

É a percepção da vida em geral, considerando aspectos como satisfação e felicidade da pessoa consigo mesma nos diversos âmbitos da vida, envolvendo recursos cognitivos, socioemocionais, psicológicos e interpessoais. As competências socioemocionais que mais se relacionam com a promoção da saúde mental são: 

 

 

 

3. COMO DESENVOLVER
COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS?

As competências socioemocionais podem ser fortalecidas ao longo da vida. Elas não são inatas, podendo ser desenvolvidas por todas as pessoas durante sua trajetória. Sendo assim, o desenvolvimento de competências socioemocionais precisa estar contemplado no desenho de políticas educacionais e práticas escolares que visam a educação integral, garantindo que todos tenham as mesmas oportunidades de desenvolvimento. Essas habilidades devem ser fortalecidas intencionalmente, com atividades que apoiem o cognitivo e o socioemocional com pesos iguais. 

É importante também ressaltar que as competências socieomocionais são maleáveis e podem mudar ao longo da vida. Mesmo que alguém não tenha organização muito desenvolvida em uma fase, por exemplo, é possível que em outro momento esta pessoa consiga mobilizar essa competência com mais facilidade. Além disso, não deve ser esperado do estudante que ele expresse todas as competências socioemocionais em níveis altos o tempo todo, já que cada indivíduo tem suas próprias especificidades, momentos de vida e valores. Portanto, é fundamental garantir que crianças e jovens recebam as ferramentas para conhecerem seu potencial e competências socioemocionais, para que saibam mobilizar cada uma delas conforme suas necessidades, vontades e projetos de vida.

Os materiais abaixo, sobre cada macrocompetência, trazem informações sobre a sua importância para a vida de todos, além de atividades para que o professor possa desenvolvê-las em si mesmo e formas de abordá-las para o desenvolvimento dos estudantes em diferentes espaços de aprendizagem:

Também mais informações e dicas sobre desenvolvimento socioemocional de crianças e jovens e para diferentes espaços para aprendizagem

 

 

 

4. VEJA MAIS CONTEÚDOS SOBRE COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS

 

 

LIVES E WEBINARS SOBRE COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS

 

Como famílias, professores e estudantes podem lidar com suas emoções em momentos de crise? Confira as lives da iniciativa Volta ao Novo, realizadas com nossos porta-vozes e especialistas e saiba mais sobrea importância das competências socioemocionais:

 

 

 

 

 

O QUE OUTRAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO FAZENDO

-

Rede Nacional de Ciência para Educação

Disponibiliza em seu site algumas dicas para lidar com o isolamento social. A Rede CpE reúne pesquisadores que realizam pesquisas científicas para colaborar com a promoção de políticas públicas educacionais baseadas em evidências.

 

-

Porvir

A plataforma oferece várias trilhas para apoiar professores e gestores na crise.

-

Quero saber mais: 

Conheça mais conteúdos sobre o tema

 

 

E MAIS

APRENDENDOSEMPRE.ORG

Para apoiar gestores educacionais, professores e famílias, um grupo de organizações sociais preparou uma curadoria de conteúdos e soluções gratuitas para promover experiências de aprendizagem fora das escolas.

-

Blog de artigos

Acompanhe as análises e opiniões de nossos especialistas sobre diversos temas da educação.

-

Hub Motivação

Conheça mais sobre a motivação para aprender e confira dicas de como desenvolvê-la nos estudantes