publicado em 27.11.2015 ÀS 12:39

Alunos de Itatiba mostram o que aprenderam em programação

27 de novembro de 2015

Jovens de escolas públicas de Itatiba participaram do Scratch Oscar, premiação do Instituto Ayrton Senna em parceria com Universidade São Francisco e a Secretaria de Educação da cidade

Alunos do segundo módulo de Letramento em Programação, do Instituto Ayrton Senna, puderam compartilhar as aprendizagens e experiências desenvolvidas durante todo o ano em uma tarde especial em Itatiba, cidade do interior de São Paulo que desenvolve o projeto piloto do programa. Na última quinta‐feira (26), os estudantes participaram do Scratch Oscar, uma premiação idealizada pelo Instituto Ayrton Senna em parceria com a Universidade São Francisco e a Secretaria Municipal de Educação de Itatiba.

Os alunos participantes estudam em cinco escolas públicas municipais e, no começo do semestre, formaram 14 grupos ‐ compostos por duplas, trios ou quartetos com integrantes de diferentes escolas. A partir de aulas e orientações dos professores formados pelo Instituto para essas atividades, cada grupo realizou um projeto, em formato de jogos e histórias animadas, na ferramenta Scratch, que é uma linguagem de programação com fim educacional criada em 2003 pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos).

Para participar do Scratch Oscar, os 14 grupos apresentaram o resultado final desses projetos em um dos laboratórios de informática da Universidade São Francisco, em formato de feira de ciências. Muito motivados, os estudantes explicaram suas propostas, os desafios enfrentados em equipe e os conceitos que aprenderam sobre Letramento em Programação (leia mais abaixo) para seus professores, outros estudantes e profissionais da Secretaria de Educação da cidade, a equipe do Instituto Ayrton Senna e também para suas famílias. Visivelmente emocionados e orgulhosos, os familiares acompanharam os relatos de colaboração e a construção de raciocínio lógico e criatividade que os estudantes demonstraram.

Os jogos foram avaliados por sete jurados, convidados pelo Instituto para eleger os melhores grupos nas categorias Roteiro, Personagem, Interatividade, Efeitos Visuais e Sonoros, e Apresentação.

O júri era formado pelos especialistas Amilton Martins, coordenador do projeto Escola de Hackers, Felipe Barreiros, criador da Maratona de Aplicativos, Christianne Poppi, diretora da Technovation Challenge Brasil, Felipe Fernandes, diretor do Code Club Brasil, Iara Fernandes, pró‐reitora de ensino, pesquisa e extensão da USF, Marcelo Bardi, professor doutor da USF no curso de Engenharia da Computação, e Tiago Maluta, representante da plataforma Programaê!, da Fundação Lemann.

Durante a feira, os jurados puderam conhecer mais sobre a trajetória dos estudantes na construção dos projetos, a forma como se apropriaram das aprendizagens, como trabalharam em grupo e conseguiram comunicar sua proposta com clareza para o público presente.

Após a feira, os alunos seguiram para a cerimônia de premiação no auditório da universidade e esperaram ansiosos pelo anúncio dos finalistas e do grande vencedor de cada categoria. Cada nome de equipe anunciado era recebido com muitos aplausos e apoio de todos os outros grupos. Na categoria Roteiro e Personagem, quem levou o troféu Scratch Oscar foi a Equipe Bolo de Nutella. O prêmio Interatividade ficou para G.E.T Computadorizados e a categoria Efeitos Visuais e Sonoros para a Orásis. O último prêmio da noite, que foi decidido ao vivo pelos jurados, ficou para a equipe Friends.

Além de premiar os alunos, o evento homenageou Luci Mara Gotardo, que é coordenadora do projeto na rede de Itatiba e foi valorizada por sua participação e engajamento com a proposta, já que desde o início do Letramento em Programação a equipe do Instituto Ayrton Senna contou com o apoio fundamental de profissionais da rede municipal para viabilizar a formação de professores e a sequência de aulas no contraturno dos alunos. Também foram homenageadas as escolas da rede municipal que tiveram interesse e participaram do projeto.


Conheça o projeto

O programa piloto de Letramento em Programação começou em Itatiba, interior de São Paulo, com foco nos alunos do Ensino Fundamental II, de 6º a 9º ano, e colocou em prática uma nova forma de apresentar conceitos básicos de lógica de programação de computadores para crianças e jovens, usando ferramentas e atividades adequadas para a idade delas. O projeto foi desenvolvido em seis escolas, impactando cerca de 90 alunos, que tiveram 3 horas/aula semanais durante o contraturno.

O objetivo do projeto é que, por meio de noções iniciais de ciência da computação, os alunos conheçam o pensamento computacional, ou seja, uma forma de analisar informações como um cientista da computação e comunicar comandos ao computador para criar uma ação; esse processo também desenvolve competências como resolução de problemas, criatividade e trabalho em grupo e comunicação, habilidades essenciais para que os jovens possam obter realizações nas escolhas que fizerem ao longo da vida.

Em setembro, os alunos que cursaram este primeiro módulo foram convidados a participar da segunda etapa, que aconteceu no laboratório da Universidade São Francisco, parceira do Instituto e da Secretaria de Educação de Itatiba no projeto.

O primeiro módulo de Letramento em Programação continua sendo oferecido nas escolas que já tinham aderido ao projeto. A partir de 2016, haverá a possibilidade de participação para mais escolas, ainda em fase de definição.

Confira e se divirta com os jogos de cada grupo:

The Stars ‐ Finalista na Categoria Interatividade
Integrantes: Camila Souza Lopes Gonçalves, Kenya de Seixas Pereira, Roberta dos Reis Moreira Vaz e Fernanda Martins.
Jogo: Quiz

APJV
Integrantes:
José Vitor Souza dos Santos, Alexandre Pedroso e Iarly Santos Almeida.
Jogo:  Jogo interativo

Orásis ‐ Vencedor na Categoria Efeitos Visuais e Sonoros
Integrantes: Matheus MacCagnam Santana, Matheus Camargo Oliveira Rocha e Sarah Ayumi Tanaka.
Jogo: Epic Stickman Adventure

In three ‐ Finalista na Categoria Personagem
Integrantes: Abner Davi Lourenço Zacarias, Davyd Henrique Lisboa Oliveira e Victor Gabriel de Castro Silva.
Jogo: Be fast

Grupo Scratch
Integrantes: Kailaine Heloisa barbosa, Vanessa Gomes Barbosa e Giovanna Teixeira Sudario.
Jogo: Testando seu conhecimento

Bolo De Nutella ‐ Vencedor nas Categorias Roteiro e Personagem
Integrantes: Gabriel Gomes Goulart Silva, Humberto Chiesi Junior, José Eduardo Brandão e Guilherme de Souza Ribeiro.
Jogo: Plataform Quest v1.o 

Gilr Power
Integrantes:
Andressa Nascimento, Victoria Gomes e Roberta Salles Mourão
Jogo: Sexta‐feira 13

Fire fox
Integrantes:
Davi Herculano e Jean Miguel
Jogo:
Maze Gamer ‐ O Desafio

Friends ‐ Vencedor na Categoria Apresentação
Integrantes:
Cleicyelen Santos da Silva, Lucas Montico de Paiva;, Julia Silva Carvalho de Lima e Laura Godoy dos Santos
Jogo:
Jogo de Paciênica em Forma de Labirinto

WolF"s ‐ Finalista nas Categorias Interatividade e Roteiro
Integrantes:
Otavio Testa Barboza da Silva ; Lisandro Pires da Silva ; Filipi Hilton de Sousa Goularte .
Jogo: Modern Whack a Mole

Girls ‐ Finalista na Categoria Apresentação
Integrantes: Leona Escabora , Lívia Rodrigues e Giovana Jacondinno.
Jogo: Alimentos Saudáveis

Mator ‐ Finalista nas Categorias Roteiro, Personagem e Efeitos Visuais e Sonoros
Integrantes: Maria Clara Fatori Silva, Ana Clara Oliveira Bianco e Vitor Mazzo.
Jogo: Pico Perdido em Marte

Trial fantasy
Integrantes: Gian, Gabriel e Yasmin.
Jogo: Shark Webcam

G.E.T.Computabilizados ‐ Vencedor na Categoria Interatividade
Integrantes: Giovana Fanciscon, Emilly dos Reis Oliveira e Thomaz Ortiz Neto
Jogo: Thriller in the Maze

 

 

Digite o assunto que deseja pesquisar

Comentar
Mensagem
Comentários