publicado em 28.11.2017 ÀS 14:31

Aluno de Itatiba desenvolve aplicativo que ajuda o pai no trabalho

20 de julho de 2016

Além de levar aprendizado de tecnologia para a escola pública, o projeto de Letramento em Programação que o Instituto Ayrton Senna constrói em parceria com redes municipais de ensino também promove oportunidades para que estudantes se tornem agentes de transformação de suas vidas. Em Itatiba (SP), por exemplo, um dos alunos desenvolveu um aplicativo para ajudar a melhorar o dia a dia do pai, que é entregador.

O jovem Lisandro da Silva, de 14 anos, usou conhecimentos apresentados no projeto para construir sua proposta. O aplicativo é sincronizado com o Google Maps e funciona como um GPS simplificado ‐ há uma lista de endereços cadastrados e, ao clicar sobre o local, o aplicativo traça a rota.

O exemplo de Lisandro mostra o potencial do Letramento em Programação para estimular nos jovens competências de criatividade, pensamento crítico, colaboração e a capacidade de solucionar problemas, aspectos que fazem parte de uma educação integral, ou seja, que não se limita à mera transmissão de conteúdo.

Lisandro e o projeto de Letramento em Programação também foram destaques no portal G1.

O Instituto Ayrton Senna iniciou o projeto de Letramento em Programação em 2015, em parceria com a Secretaria de Educação de Itatiba, para colocar em prática uma nova forma de apresentar conceitos básicos de lógica de programação de computadores para crianças e jovens, usando ferramentas adequadas para a idade delas. No projeto, os educadores são formados para conhecer os principais conceitos e ferramentas de trabalho mais usados no ensino de programação computacional, e promovem atividades no contraturno das aulas para alunos que escolhem participar dessa turma. Usando diferentes formas de comandos para o computador, as crianças e os jovens criam projetos, jogos e histórias animadas, e também trabalham temas como aquecimento global, prevenção de doenças, preservação do meio ambiente, entre outros.

O Letramento em Programação está em 11 escolas de Itatiba e beneficia cerca de 400 alunos. Neste ano, será ampliado para três cidades do Rio Grande do Sul ‐ Sananduva, Passo Fundo e Marau.

Programação. O objetivo do projeto é colocar em prática uma nova forma de apresentar conceitos básicos de lógica de programação de computadores para crianças e jovens. Por meio de noções iniciais de ciência da computação, os alunos conheçam o pensamento computacional, ou seja, uma forma de analisar informações como um cientista da computação e comunicar comandos ao computador para criar uma ação.

Esse processo também desenvolve competências como resolução de problemas, criatividade e trabalho em grupo e comunicação, habilidades essenciais para que os jovens possam obter realizações nas escolhas que fizerem ao longo da vida.

 

Digite o assunto que deseja pesquisar

Comentar
Mensagem
Comentários