fbpx

Rede CpE lança documentário sobre educação na pandemia com apoio do Instituto

Filme reúne especialistas e educadores no debate sobre o tema.

Os anos de 2020 e 2021 ficarão para sempre marcados como um período de ponto de virada na educação: por causa da pandemia da Covid-19, estudantes e educadores se viram desafiados a aprender e ensinar de formas totalmente novas.

Para retratar os impactos dessas mudanças na educação, bem como diferentes realidades vivenciadas pelos professores durante a pandemia, a Rede CpE lança, com o apoio do Instituto Ayrton Senna e da Somos Educação, o documentário “Educação na pandemia – Retratos Futuros”.

Já disponível gratuitamente no canal do YouTube da Rede, o documentário reúne especialistas e educadores no debate sobre o tema e possíveis novos caminhos, com base em evidências científicas, para a educação brasileira.

O documentário é um desdobramento do I Prêmio CpE na Sala de Aula, promovido pela Rede, que premiou educadores por iniciativas inovadoras desenvolvidas durante a pandemia. Ao longo do filme, o espectador conhecerá um pouco mais sobre alguns dos projetos enviados ao Prêmio, que recebeu mais de 240 inscrições, a partir da perspectiva dos professores.

Temas como desigualdades educacionais, as aulas remotas e seus desafios e o futuro da educação após a pandemia são destacados no documentário. “Ao repararmos esses prejuízos de durante a pandemia, que a gente busque também reparar os prejuízos históricos que muitos de nossos alunos já vivenciam há bastante tempo.

Não é só a pandemia em si: ela veio para reafirmar essa situação”, comenta a professora de história Francilda Fonseca, uma das ganhadoras do Prêmio.

Trazendo ainda mais reflexões à discussão, a produção também conta com a visão de diversos especialistas relevantes da educação brasileira. Tatiana Filgueiras, vice-presidente de Educação, Inovação e Estratégia do Instituto Ayrton Senna, comenta o cenário atual. “Dados mostram que 56% dos jovens não têm interesse mais na escola como ela é. A motivação vai ajudar a plugá-lo com essa escola”, afirma.

A especialista também sugeriu formas de atacar as problemáticas atuais. “A gente deveria olhar para a gestão em todas as suas instâncias: a gestão de quais políticas são fundamentais agora, a gestão da escola e o papel do diretor num momento como esse, a gestão da sala de aula e o papel do professor e a gestão que o aluno faz do seu próprio aprendizado”, diz.

O documentário também tem a participação do coordenador da Rede CpE, Roberto Lent, e de outros pesquisadores como Mozart Neves Ramos, vice-presidente do Conselho do Instituto Ayrton Senna, e Claudia Costin, entre outros.

Para saber mais, assista ao documentário na íntegra

Thumbnail youtube

A Rede Nacional de Ciência para a Educação tem por objetivo integrar esforços dos vários laboratórios e pesquisadores do Brasil, de qualquer especialidade, cujo trabalho possa ser aplicado à educação. A organização é um dos parceiros de pesquisa do eduLab21, laboratório de ciências para a educação do Instituto Ayrton Senna, atuando em colaboração para iniciativas como editais de pesquisa e divulgação de conhecimento científico sobre educação. Saiba mais!